h3.post-title {text-align: center; BELEZA OCULTA - Marescer

BELEZA OCULTA


Oi, gente! Tudo bem com vocês? Por aqui está tudo bem!

Há uns dias assisti o filme Beleza Oculta (Collateral Beauty) estrelado por Will Smith, com Kate Winslet e Keira Knightley no elenco. No filme, Howard, personagem de Will Smith, um publicitário bem sucedido, entra em depressão após a perda de sua filha, a única forma que ele consegue se expressar é escrevendo cartas para destinatários sem endereço de entrega: a morte, o tempo e amor. Três colegas de trabalho e amigos de Howard, que estão encarando seus próprios dramas, com a morte, o tempo e amor, tentam resgatá-lo da prisão de sofrimento. Conhecem as histórias dos espíritos natalinos? O passado, presente e futuro que estão sempre visitando algum personagem que precisa rever suas atitudes? Então, os espíritos natalinos de Howard são a morte, o tempo e amor. Seus amigos contratam três atores para encenarem esses espíritos e responderem as cartas que lhe foram direcionadas por Howard. E, não, não vou entrar em discussão sobre atitudes certas ou erradas, respeito, enfim, o que me chamou atenção no filme foram outros pontos. Enquanto Howard enfrenta seus monstros, seus amigos também estão na jornada chamada vida em que pessoas adoecem e têm medo de morrer, porque tudo que elas têm aqui é bom, pessoas que passaram tempo demais se dedicando aos outros e não perceberam que existia algo chamado amor próprio, vontade própria e vão enterrando seus sonhos, de formar uma família até, porque perderam tempo demais e acham que realmente a luta delas é com o tempo, pessoas que limitam o amor, por se acharem culpadas e não merecedoras, e quem disse que merecemos mesmo? Mas quem disse que não podemos ser dignos de amor e quem disse que não podemos demonstrar, temos mais é que demonstrar amor e hoje, minha gente! O que mais chamou atenção na mensagem do filme foi: em todas as situações podemos aprender algo, podemos evoluir, tem um propósito, tem uma beleza oculta! Talvez não entenderemos na hora, mas quando um dia olharmos para trás, veremos que até sofrimentos nos trazem benefícios.

Então, fiquei me perguntando: Tenho enxergado a beleza oculta em todas as circunstâncias? Temos a enxergado? O que, hoje, tem nos cegado? Nos privado de sermos verdadeiros, nos privado do nosso propósito, da luz, da vida?

Muitas vezes somos cegos pelas circunstâncias, que são momentâneas, sejam boas ou ruins. E se eu te falar que adversidades podem nos ajudar? Vale aprender com os erros, aprender nos momentos de sofrimento, escuridão, vale! Vale amadurecer, vale florescer, vale viver!

"Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam" Romanos 8:28

Lindo, né? E quando algo não acontece como esperávamos? Quando algo não dar certo, nos fere, nos faz sofrer, Deus é contra nós? Mas todas as coisas cooperam! Minha vida mudou quando eu comecei a orar para não ser julgadora do bem e do mal! O que é bem e mal? Parafraseando A Cabana: e quando meu bem é o mal do outro, isso é bem? Quando julgamos o bem e o mal, criamos uma vida sem fim de julgamentos e quando julgamos, nos sentimos responsáveis, pesados. A minha oração é que você guarde seu coração e possa entender que todas as coisas cooperam e que a vida nesse mundo é realmente curta para nos preocupamos com fardo de sermos juízes. E ainda te digo mais: A circunstância que você está vivendo é momento, vai passar! Veja a beleza oculta nela! Saiba que Deus está te preparando para algo maior e melhor!

Às vezes, o que tem nos cegado é a morte. O medo da morte, mais precisamente. O medo da morte aprisiona, nos priva de desfrutar o nosso chamado. Uma das únicas certezas que temos sobre esse mundo é que nossa passagem aqui é curta, não sabemos como, quando, onde, mas sabemos que morreremos de alguma forma, algum dia, em algum lugar. Mas não escolhamos morrer hoje! Não fomos chamados para sermos mortos vivos, mas para termos vida em abundância! Vivamos! Vivamos para o propósito que temos sido chamados! Sejamos flores em vida e não flores em um túmulo. Existe algum efeito colateral por se viver? Meu amigo, são tantos, alguns vão te machucar, amedrontar, outros vão te trazer paz, felicidade, conforto.

O tempo tem aprisionado alguns de nós. Somos tão preocupados com o tempo, estamos impacientes, imediatistas. Não somos mais intensos em desfrutar da vida. O que, na verdade, chega a ser irônico, se o tempo tem sido trem bala, parceiro, por que não aproveitamos as coisas boas, por que temos perdido tempo com coisas que não nos tem acrescentado? Por que não somos intensos em cada oportunidade? Porque temos sonhado de mais, e igualmente procrastinado, mas realizado de menos. Por que estamos conformados. A cura para isso? Aproveitar a vida! Tem alguma sequela? Isso, só saberemos com o tempo, mas não deixe que o medo dele te prive de viver!

Ou o amor tem nos limitado? Você tem se achado desmerecedor do amor de pessoas? Existe uma pessoa que dar amor de graça! Ele te aceita como você estar, mas a partir do momento que você o aceitar, ele vai mudar a tua história! A minha pergunta é: O que tem sido amor na sua vida? É o amor lá de 1 Corintios 13, que nunca perece? 

"O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca perece" 1 Corintios 13:4-8

Porque esse é o verdadeiro amor, é alegria, é bondade, mas também há amor na tristeza, na dor. O amor está conosco em todos os momentos. Por sermos humanos chegamos a desistir do amor, mas o amor não desiste de nós. Acho que a recomendação é óbvia, né?! Ame viver, ame ser você mesmo, ame quem você enxerga, ame independente do efeito colateral ou da precaução, ame!

Floresçam, babies!!!

Um comentário

  1. Heey! Que mensagem linda! Ainda não conhecia esse filme, vou procurar. As circunstâncias nos ajudam sem dúvida, as vezes, é só através delas que conseguimos mudar nossas atitudes e depender daquele que pode todas coisas.
    Abraços.
    https://diarioleitorblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Topo